Entenda a Diferença dos Porquês

Por que? Porque. Por quê? Porquê. As palavras que mais confundem as pessoas na hora de fazer uma redação, ou até mesmo em uma conversa escrita.  Entenda a diferença dos porquês de uma vez por todas, para que não cometa erros na hora da escrita! Afinal, no caso da troca,  mudará o sentido da sua frase. A seguir, entenda a diferença dos porquês!

Entenda a Diferença dos Porquês
Entenda a Diferença dos Porquês

✱  Você já sabe?

Entenda a diferença dos Porquês

O uso dos porquês é um dos assuntos mais discutidos da gramática, isso devido aos inúmeros erros cometidos na hora de sua escrita. 

Se você pensa que é o único que tem dúvidas na hora de usar um dos porquês, saiba hoje que não! 

Cada um dos porquês tem um sentido diferente e é por esse motivo que necessitam de muita atenção da parte daqueles que iram usar uma dessas palavras. E para que você entenda a diferença dos porquês, nós iremos lhe explicar detalhadamente cada um deles. Siga conosco! 


Quando usar o “Por que”?

O “por que” separado é uma preposição por + pronome, e deve ser usado no início de perguntas todas as vezes que puder ser trocado por: Por qual razão?, por qual motivo?, pelo qual?, pelo quais?.

Confira alguns exemplos:

  • Por que você respondeu daquela maneira? (significado por qual motivo)
  • Não se sabe por que tomaram tal decisão. (significado por qual razão)
  • Desconheço o motivo por que você não participou da nossa reunião. (significado pelo qual)
  • Estas são as reivindicações por que lutamos. (significado pelas quais)

Quando usar o “Porque”?

O porque junto, dá a ideia de explicação. Usamos ele sempre que queremos dá uma resposta ou justificativa. Esse é um dos porquês que mais usamos. 

O “porque” trata-se de um elemento de ligação entre duas orações. Devemos usá-lo sempre que pudermos substitui-lo pelas palavras:  “Pois”, “Já que”, “Visto que”, “Como”, “Uma vez que”.

Exemplos:

  • Não fui ao cinema porque tenho que estudar para a prova. (pois)
  • Não vá fazer intrigas porque prejudicará você mesmo. (uma vez que)
  • A situação da cidade agravou-se muito porque choveu intensamente no mês de fevereiro. (Uma vez que)

Quando usar o “Porquê”?

O “Porquê” é um substantivo e tem significado de “o motivo” ou “a razão”. Vem sempre acompanhado de um artigo (o, as, os, as, um uns).

Exemplos:

  • Desconheço o porquê de sua atitude indiferente. (Desconheço o motivo de sua atitude indiferente)
  • Apresente ao menos um porquê de toda essa confusão. (Apresente ao menos uma razão de toda essa confusão)

Quando usar o “Por quê”?

É usado sempre em final de frase, antes de um ponto final, de interrogação ou de exclamação, ou também de reticências. 

Vejamos alguns exemplos:

  • Vocês não comeram tudo? Por quê?
  • Andar cinco quilômetros, por quê? Vamos de carro.

Uma resposta para “Entenda a Diferença dos Porquês”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *