Diferença entre Auxiliar e Assistente

diferença entre auxiliar e assistente, se dá porque as duas palavras possuem características diferentes, logo, seus significados também. Esses termos, são usados no mundo empresarial, onde servem para designar o que faz ou o que deve fazer um funcionário. Neste post, você irá compreender a diferença entre auxiliar e assistente

Diferença entre Auxiliar e Assistente
Diferença entre Auxiliar e Assistente

Qual a diferença entre Auxiliar e Assistente?

Por essas profissões estarem tão ligadas uma a outra, muitas vezes as pessoas apresentam uma e certa dificuldade para diferenciá-las.

Apesar das diferenças, as profissões de auxiliar e assistente tem muitos pontos em comum, sobretudo no que diz respeito a área da administração, que é onde a maioria desses profissionais costumam atuar. 

A diferença entre auxiliar e assistente, está ligada principalmente aos cursos profissionalizantes que estão cada vez mais específicos.

Exemplo:

Um aluno que cursa técnico em Administração será contratado pelas empresas para atuar na área de Assistente Administrativo.

Já aquele aluno que faz um curso técnico em Assistência Administrativa, será contratado para auxiliar. 

Abaixo, entenda em detalhes a diferença entre auxiliar e assistente

 


O Auxiliar 

Como o próprio nome já diz, o auxiliar é a função designada por um profissional para dar auxílio a um outro profissional que a empresa julga de maior importância ou de maior conhecimento e responsabilidade. 

Levando para a área da Administração, na qual é mais usado o termo de auxiliar (ex: auxiliar administrativo), a atuação deste profissional é bastante ativa, dotando o superior com informações relevantes, dados, serviços e opiniões a respeito daquilo que está sendo trabalhado. 

Para atuar como auxiliar administrativo em uma empresa, não precisa necessariamente seguir um nicho específico. Esse profissional pode atuar por vários departamentos desta empresa ou organização. 


O Assistente 

O profissional designado para exercer a função de assistente dentro de uma empresa ou organização, são postos para fazer trabalho de assistência a outros funcionários que normalmente ocupam uma posição mais elevada na escala hierárquica administrativa. 

Levando para a prática na área da administração, os assistentes administrativos são responsáveis por analisar as contas da empresa ou organização, por fazer atas de reuniões, das entrada e saída nos estoques, entre outras. 

A diferença entre auxiliar e assistente, é que o assistente fica a cargo das funções menos relevantes, já que está ali apenas para dar um suporte ao seu superior. 

Diferença entre Artéria e Veia

Diferença entre Artéria e Veia

Muitas pessoas se confundem sobre a diferença entre artéria e veia. Sabemos que de modo geral, não é tão fácil distinguir e perceber a diferença que há entre ambas. Suas funções e características são totalmente diferentes uma da outra. Para melhor entendimento, neste artigo nós iremos explicar a diferença entre artéria e veia!

Diferença entre Artéria e Veia
Diferença entre Artéria e Veia

Confira se você já sabe qual a ➜ Diferença entre Emergência e Urgência!

Diferença entre Artéria e Veia

Artéria e Veia, ambas são tipos de vasos sanguíneos importantíssimos para o ser humanos. 

Esses vasos servem para levar e trazer o sangue, assim como também os vasos capilares, que servem como exemplo de vaso sanguíneo, tendo como função levar o sangue em pequenas e constantes quantidades para as extremidades do corpo. 

Levando para a estrutura dos vasos sanguíneos, você já deve ter visto uma imagem mostrando as artérias e veias do corpo, sendo designadas pelas cores vermelha e azul, respectivamente. 

As cores vermelho e azul, se dão por causa da função de cada uma delas e também dos elementos que são transportados dentro das mesmas. 

Abaixo, entenda detalhadamente a diferença entre artéria e veia.


Artérias

As artérias são vasos sanguíneos, responsáveis por conduzir o sangue para fora do coração. Na medida que o sangue sai do coração, essas artérias tornam-se de menor calibre e cada vez mais ramificadas. 

Quando o coração bombeia o sangue, ele bombeia este sangue diretamente nas artérias com uma grande pressão, para que assim, as artérias possam conduzir o sangue na direção dos tecidos. 

Esse processo poderia danificar as artérias, caso elas não possuíssem paredes elásticas e forte. 

Nesse vaso sanguíneo, percebe-se que sua túnica média é bem mais desenvolvida se comparado à outros tipos de vasos sanguíneos.

Há vários tipos de artérias em nosso corpo:

  • Artérias pulmonares;
  • Artérias sistêmicas;
  • Arteríolas;
  • Artéria aorta.

Veias 

Assim como as artérias, as veias também são vasos sanguíneos. No entanto, elas são responsáveis por conduzir o sangue proveniente dos tecidos para o coração. Ou seja, são as veias que transportam o sangue de volta ao coração, e removem todas as toxinas dos tecidos para que elas sejam eliminadas. 

Geralmente, o sangue transportado pelas veias é rico em gás carbônico, mas, pobre em nutrientes. 

Se comparada às artérias, vemos que a túnica média das veias é bem menos musculosa e com menos fibras elásticas. 

As paredes das veias são formadas por três camadas:

  • Túnica íntima;
  • Túnica média;
  • Túnica adventícia.

Diferença entre Urgência e Emergência

Diferença entre Urgência e Emergência

Uma boa parte das pessoas ainda não sabem distinguir a diferença entre urgência e emergência. Ambas as palavras são termos bastante usados na área de Medicina, sendo que os seus respectivos significados costumam se confundir entre si. Mas como diferenciá-los? Abaixo, você saberá detalhadamente a diferença entre urgência e emergência. Siga conosco! 

Diferença entre Urgência e Emergência
Diferença entre Urgência e Emergência

É claro que você já viu em hospitais, ambulâncias, postos de saúde e prontos-socorros, placas com os enunciados: Emergência ou Urgência. Na maioria das vezes, é mais comum vermos placas com o nome “Emergência”. 

Porém, há também muitos casos onde alguns profissionais da saúde afirmam que determinado caso é urgente.

Ambas as palavras possuem enunciados parecidos, mas isso não quer dizer que seus significados sejam os mesmos. E é justamente por isso que muitas pessoas se confundem a diferença entre emergência e urgência

Mas como diferenciar algo que é urgente de algo que é emergente? Não é muito simples, pois, realmente, seus significados são quase iguais. 

Entenda sobre Urgência

Urgência é um fato onde deve-se tomar uma providência imediata e correta, pois, caso haja adiamento, pode acarretar diversos problemas. 

No âmbito da medicina, urgência quer dizer a ocorrência imprevista de agravo à saúde, em que o paciente necessita urgentemente de uma assistência médica.

Ou seja, quando o paciente está em um estado bastante critico e precisa de atendimento médico adequado para que sua situação não agrave, é chamada de situação de Urgência. 

Exemplos de casos com Urgência:

  • Torções;
  • Fraturas;
  • Luxações;
  • Entre outras. 

Entenda Emergência 

Emergência é quando há situações críticas, de estados agravados, com ocorrência de perigo; incidente, imprevisto. 

Esse é um fato onde não pode em hipótese alguma, aguardar nenhum período para que seja tomada a devida providência. 

Mais uma vez usando o âmbito da medicina para melhor entendimento, a palavra emergência é a circunstância que exige rapidamente de uma cirurgia ou intervenção médica de imediato. Por isso, na maioria das ambulância há “emergência” escrito. 

Esta palavra vem do verbo “urgir”, que tem sentido de “não aceita demora”. 


Qual a diferença entre urgência e emergência?

A diferença entre urgência e emergência, concentra-se principalmente no campo da medicina. Por exemplo: hemorragias, parada respiratória e parada cardíaca são emergência. Luxações, torções, fraturas (dependendo da gravidade) e dengue são urgência.

Diferença entre Jogo e Esporte

Diferença entre Jogo e Esporte

Será que existe alguma diferença entre jogo e esporte? Essas duas palavras não teriam o mesmo significado? Se engana quem pensa assim, pois, há diversas diferenças entre jogo e esporte. Neste post vamos abordar melhor ambas as palavras, para fazer com quê você entenda o que cada uma significa!

Diferença entre Jogo e Esporte
Diferença entre Jogo e Esporte

Qual a diferença entre Jogo e Esporte?

Muitos não sabe, mas a diferença entre jogo e esporte é que, o jogo é definido uma atividade recreativa, sem muitas regras e que podem ser escolhidas e modificada pelos próprios jogadores. O esporte por sua vez, possui suas próprias regras que já são definidas e universais 

Levando para prática, nos esportes, os atletas vestem uniforme adequados e sempre há prêmios para os vencedores, como por exemplo medalhas, títulos, troféus ou até mesmo prêmio em dinheiro. 

Mas adiante, você confere detalhadamente a diferença entre jogo e esporte. Siga conosco! 


Jogo 

De uma forma bem simples, jogo é toda e qualquer atividade em que exista a figura do jogador. E para esse jogador (indivíduo praticante do jogo), são criadas as regras, que podem ou não serem modificadas pelos próprios participantes. 

Na maioria da vezes, os jogos possuem regras bastante simples. A presença da regra é importante, como por exemplo a regra que define o início e fim do jogo. 

O jogo pode envolver dois ou mais participantes jogando entre si como adversários ou cooperativamente com grupos de adversários. 

Veja alguns exemplos de jogos:

  • Pique-pega;
  • “Pique-esconde”;
  • Queimado;
  • Amarelinha;
  • Baralho;
  • Dominó.

Esporte 

A diferença entre jogo e esporte é que, enquanto o Jogo possui regras simples e que podem ser mudadas, no esporte é ao contrário. 

Confira se você já sabe qual a ➜ Diferença entre Roubo e Furto!

O esporte exige mais preparação do jogador, exigindo seu esforço físico, pois a busca pela vitória e competitividade está presente.

Mas isso não é regra. Um bom exemplo que podemos citar é o xadrez, jogo que é também reconhecido como esporte, mas que não exige um esforço físico e sim mental. 

O esporte está vinculado à remuneração, ao ganho do dinheiro, ao trabalho e à própria carreira profissional.

Exemplos de esportes:

  • Futebol;
  • Vôlei;
  • Futsal;
  • Atletismo;
  • Basquete;
  • Tênis de mesa;
  • Natação;
  • Artes marciais;
  • Capoeira;
  • Judô;
  • Boliche;
  • Ciclismo;
  • Fisiculturismo.

Quais as semelhanças entre jogo e esporte?

Apesar de ter muitas diferenças entre jogo e esporte, eles possuem algumas características em comum. Veja:

  • São atividades livres;
  • Proporcional lazer;
  • Possuem regras;
  • Precisa de formação de grupos para competirem entre si;
  • São considerados atividade social.

Qual a Diferença entre Clima e Tempo?

Ao contrário do que muitos pensam, há sim uma diferença entre clima e tempo. Essas duas palavras possuem termos diferentes e designam fenômenos distintos. Mas afinal, qual a diferença entre clima e tempo? Vejamos a seguir, o significado de cada uma dessas palavras, onde você ficará ciente de qual a diferença entre clima e tempo

Qual a Diferença entre Clima e Tempo
Qual a Diferença entre Clima e Tempo

Entenda a qual a Diferença entre Clima e Tempo

Há pessoas que ainda não conseguem estabelecer a diferença entre clima e tempo. Nem sempre as pessoas conseguem entender, por exemplo, a diferença de um clima quente com um tempo quente. 

Essas são duas linhas de raciocínio totalmente distintas, pois se referem a estrados atmosféricos diferentes, podendo ou não estarem relacionados entre si. 


Mas afinal, qual a diferença entre clima e tempo? Na realidade, a diferença entre clima e tempo está unicamente na escala temporal ou cronológica que os envolve. 

Enquanto o clima sempre faz referência a uma período de tempo maior e mais duradouro da atmosfera, o tempo é um estado momentâneo da atmosfera em um local específico, que não possui duração, fazendo alusão a comportamentos mais imediatos.

Note a diferença:

Clima: na região Centro-Oeste, as chuvas são mal distribuídas ao longo do ano.

Tempo: choveu muito essa semana na região Centro-Oeste.

Abaixo, você poderá conferir detalhadamente qual a diferença entre clima e tempo


Clima 

No estuda da geografia, o clima diz respeito unicamente às condições comuns ou referentes a um período mais duradouro da atmosfera. Ou seja, ele é uma média do tempo em determinado local.

Vejamos alguns exemplos:

  • Todo fim de ano faz muito sol em Brasília;
  • O clima do Rio de Janeiro é o tropical;
  • O inverno curitibano é sempre muito rigoroso;
  • O aquecimento global deverá aumentar as temperaturas nas próximas décadas.

Tempo 

O tempo refere-se unicamente ao estado momentâneo da atmosfera no local tratado, podendo mudar a qualquer momento.

Vejamos alguns exemplos:

  • Os noticiários informaram que hoje nevou muito no Canadá;
  • Faz muito calor agora em Porto Alegre, com ausência total de nuvens;
  • Em Goiânia, está muito seco hoje;
  • Fez sol durante toda a semana em Goiás;
  • Choveu muito em São Paulo durante essa semana;
  • Como vem fazendo frios nesses últimos dias.

Agora que você já sabe qual a diferença entre clima e tempo, ficou mais fácil de associar essas palavras, usando-as no momento certo. 

Diferença de Atacado e Varejo

Diferença de Atacado e Varejo

Ir às compras é uma rotina de muitas pessoas e famílias! Por isso é necessário que saibam a diferença de atacado e varejo. Afinal,  dependendo de uma dessas formas você poderá ter altos descontos e grandes vantagens. Quer saber a diferença de atacado e varejo? Siga conosco para conferir! 

Diferença de Atacado e Varejo
Diferença de Atacado e Varejo

➜ Você conhece essas regras?

Qual a diferença de atacado e varejo? 

Como já mencionamos anteriormente, ir às compras é a rotina de muitas pessoas. Para satisfazer essa grande quantidade consumidores,  em muitas lojas existem dois tipos de compras:

  • Atacado;
  • Varejo. 

A diferença de atacado e varejo está unicamente nos valores dos produtos, e principalmente na quantidade vendida. 

Enquanto o varejo vende os produtos por unidade, sendo para uso próprio do consumidor final, o atacado vende em grandes quantidades. Assim, seus valores são bem menores comparados aos produtos vendidos no varejo. 

O atacado é bastante utilizado por empresas que revendem esses produtos, pois assim, sua lucratividade sai ainda maior. 

E para que não haja confusão na hora de fazer suas compras, saiba detalhadamente a diferença de atacado e varejo a seguir! 


Atacado 

O comércio de atacado, é bastante utilizado por pessoas que compram os produtos para a revenda. É destacado pelas compras em grandes quantidades das lojas, empresas e indústrias, fazendo com que suas vendas sejam especificas para revendedores pequenos e médios varejos. 

No atacado, os produtos são vendidos em caixas, destinados a revenda (como mencionado anteriormente). Os valores dos produtos no atacado, são bem menores se comparado ao varejo, já que ele vem diretamente da fábrica. 

Geralmente, quem compra no atacado são lojas de grande e médio porte, padarias, lanchonetes, restaurantes, e entre outros. 


Varejo

O varejo é a forma de compra mais “comum” no nosso dia a dia.  No varejo, os produtos são vendidos em unidades para o consumo próprio dos consumidores finais, custando um preço mais elevado.

Podemos citar como exemplos as lojas de roupas e calçados, supermercados, lojas de cosméticos, bijuterias, e entre outros. 

Como citado anteriormente, o valores dos produtos no varejo são maiores, por conta que é estabelecidos de acordo com o comércio local, para que haja lucro ao vendedor. 

Agora que você já sabe a diferença de atacado e varejo, já pode ir às compras! 

Diferença entre Ética e Moral

Embora muitos não saibam, há sim uma diferença entre ética e moral. Neste post, vamos esclarecer melhor a diferença entre essas duas palavras, explicando de forma simples e rápida o significado de cada uma delas. Continue conosco para ficar por dentro dos conceitos da diferença entre ética e moral

Diferença entre Ética e Moral
Diferença entre Ética e Moral

Qual a diferença entre ética e moral? 

Os termos “ética” e “moral”, são classificados como sinônimos, mas, embora estejam interligados entre si, são dois conceitos totalmente diferentes. Por isso, é muito importante está ciente da diferença entre ética e moral, para que não confundam um com o outro, usando-os em momentos errados. 

Descubra outras regras:
Entenda a diferença dos Porquês

Diferença entre Ética e Moral

No contexto filosófico, a ética está relacionada ao estudo fundamentado dos valores morais que orientam o comportamento humano em sociedade, ou seja, a ética nos diz como devemos viver em sociedade ou/e em conjunto, com pessoas.

Já a moral, é o conjunto de princípios, regras e valores baseados nos costumes e na cultura estabelecida por cada sociedade. 

Os termos possuem origem etimológica distinta. A palavra “ética” vem do Grego “ethos” que significa “modo de ser” ou “caráter”. Enquanto a palavra “moral” tem origem no termo latino “morales” que significa “relativo aos costumes”. 

Abaixo, você poderá conferir detalhadamente a diferença entre as duas palavras e seus conceitos.


O que é ética?

A ética significa unicamente o conjunto de valores e regras, que são definidas por um determinado grupo ou cultura, onde é comum a todos os que fazem parte desta sociedade. 

A ética é responsável por na maioria das vezes, definir certas condutas do nosso dia a dia. 

A palavra ética se origina do grego ethos. Em sua etimologia, ethos significa a morada, habitat, refúgio, ou seja, o lugar onde as pessoas vivem/habitam. Mas, de acordo com muitos filósofos, a palavra refere-se a “caráter”, “índole”, “natureza”. 

Exemplos de ações éticas:

  • Respeitar o próximo; 
  • Pagar dividas corretamente; 
  • Respeitar os mais velhos, 
  • Não prejudicar pessoas.

O que é Moral? 

Moral é simplesmente o conjunto de regras, que são aplicadas no cotidiano das pessoas e usadas continuamente por cada cidadão. 

São essas regras que orientam o comportamento de cada indivíduo dentro de uma sociedade, conduzindo as suas ações e os seus julgamentos sobre o que é certo ou errado, bom ou mau. 

Os princípios morais de uma pessoa, nada mais é do que os valores em que ela acredita.

Exemplos de ações morais:

  • Levar uma senhora ao outro lado da rua ;
  • Doar roupas a um pobre;
  • Participar de uma campanha;
  • Ser voluntario;
  • Ajudar um colega de turma que tem dificuldades em alguma disciplina.

 

Viu a diferença entre ética e moral? Agora você não corre o risco de confundir essas duas palavras! 

Entenda a Diferença dos Porquês

Entenda a Diferença dos Porquês

Por que? Porque. Por quê? Porquê. As palavras que mais confundem as pessoas na hora de fazer uma redação, ou até mesmo em uma conversa escrita.  Entenda a diferença dos porquês de uma vez por todas, para que não cometa erros na hora da escrita! Afinal, no caso da troca,  mudará o sentido da sua frase. A seguir, entenda a diferença dos porquês!

Entenda a Diferença dos Porquês
Entenda a Diferença dos Porquês

✱  Você já sabe?

Entenda a diferença dos Porquês

O uso dos porquês é um dos assuntos mais discutidos da gramática, isso devido aos inúmeros erros cometidos na hora de sua escrita. 

Se você pensa que é o único que tem dúvidas na hora de usar um dos porquês, saiba hoje que não! 

Cada um dos porquês tem um sentido diferente e é por esse motivo que necessitam de muita atenção da parte daqueles que iram usar uma dessas palavras. E para que você entenda a diferença dos porquês, nós iremos lhe explicar detalhadamente cada um deles. Siga conosco! 


Quando usar o “Por que”?

O “por que” separado é uma preposição por + pronome, e deve ser usado no início de perguntas todas as vezes que puder ser trocado por: Por qual razão?, por qual motivo?, pelo qual?, pelo quais?.

Confira alguns exemplos:

  • Por que você respondeu daquela maneira? (significado por qual motivo)
  • Não se sabe por que tomaram tal decisão. (significado por qual razão)
  • Desconheço o motivo por que você não participou da nossa reunião. (significado pelo qual)
  • Estas são as reivindicações por que lutamos. (significado pelas quais)

Quando usar o “Porque”?

O porque junto, dá a ideia de explicação. Usamos ele sempre que queremos dá uma resposta ou justificativa. Esse é um dos porquês que mais usamos. 

O “porque” trata-se de um elemento de ligação entre duas orações. Devemos usá-lo sempre que pudermos substitui-lo pelas palavras:  “Pois”, “Já que”, “Visto que”, “Como”, “Uma vez que”.

Exemplos:

  • Não fui ao cinema porque tenho que estudar para a prova. (pois)
  • Não vá fazer intrigas porque prejudicará você mesmo. (uma vez que)
  • A situação da cidade agravou-se muito porque choveu intensamente no mês de fevereiro. (Uma vez que)

Quando usar o “Porquê”?

O “Porquê” é um substantivo e tem significado de “o motivo” ou “a razão”. Vem sempre acompanhado de um artigo (o, as, os, as, um uns).

Exemplos:

  • Desconheço o porquê de sua atitude indiferente. (Desconheço o motivo de sua atitude indiferente)
  • Apresente ao menos um porquê de toda essa confusão. (Apresente ao menos uma razão de toda essa confusão)

Quando usar o “Por quê”?

É usado sempre em final de frase, antes de um ponto final, de interrogação ou de exclamação, ou também de reticências. 

Vejamos alguns exemplos:

  • Vocês não comeram tudo? Por quê?
  • Andar cinco quilômetros, por quê? Vamos de carro.

Diferença de Aonde e Onde

Diferença de Aonde e Onde

Buscando informações detalhadas sobre  a diferença de aonde e onde? Então veio ao local certo! Apesar de serem muito usadas, muitas pessoas ainda se confundem com essas palavras em certos momentos. Aonde e onde, são palavras parecidas, mas com sentidos diferentes. Entenda a seguir, a diferença de aonde e onde

Diferença de Aonde e Onde
Diferença de Aonde e Onde

✓ Você já sabe?

Qual a diferença de Aonde e Onde?

Aonde e onde são advérbios super parecidos, mas possuem significados totalmente diferente. Por isso é preciso ficar atento para saber qual o momento de usá-los!

Na linguagem popular são trocados constantemente um pelo outro, e muitas das vezes acabam passando desapercebidos. Mas, quando vamos fazer uma redação ou prova dissertativa e precisamos usar uma dessas palavras, é necessário bastante atenção para que possamos usá-los corretamente.

Pois, se trocados um pelo outro, pode até causa perdas de pontos. 

A seguir, iremos explicar detalhadamente a diferença de aonde e onde. Continue conosco para conferir! 


Aonde

A palavra “aonde”, é a junção da preposição “a”+”onde”. Da uma ideia de deslocação. Na maioria das vezes, vem acompanhada de verbos que indicam movimento, como por exemplo: ir, chegar, voltar, retornar, e entre outros. 

Exemplos:

  • Rafaela, aonde você pensa que vai?
  • Aonde esta carroça nos levará? Chegaremos atrasados, com
  • certeza.
  • De fato, eu não sei aonde ir neste final de semana.
  • Faz duas horas que saiu do escritório, aonde retornará em minutos, acredito.
  • Cristiane, não sei aonde você quis chegar com estas piadas sem graça.

Onde

A palavra “onde”, indica permanência, o lugar em que se encontra algo. Tem a função de indicar um local, uma ideia de permanência ou estado. (que lugar, em que lugar, qual lugar).

Para uma melhor compreensão, veja abaixo alguns exemplos de frases onde usamos a palavra “onde”. 

  • Onde você está?
  • Alguém sabe onde fica o MASP?
  • João estava perdido, não sabia onde deixar o documento.
  • De onde você está teclando?
  • Não sei onde ele estava e nem perguntei.
  • Afinal, onde você mora?
  • Onde Gabrielly está?
  • Alguém sabe me informar onde fica o fórum da cidade?
  • De onde você está falando?Onde deixo a encomenda?

Viu como é fácil notar a diferença de aonde e onde? Agora que você já sabe, não tem como mais errar! 

Diferença de Mais e Mas

Você não sabe quando e como usar as palavras “Mais” e “Mas”, ou até mesmo não sabe diferenciar uma da outra? Não se preocupe! Neste post vamos te ensinar a diferença de mais e mas, pois, apesar de serem parecidas, ambas possuem significado diferentes. Siga conosco para conferir a diferença de mais e mas

Diferença de Mais e Mas
Diferença de Mais e Mas

Diferença de Mais e Mas

É muito comum ver as pessoas confundindo o advérbio de intensidade “mais”, com a conjunção adversativa “mas”. Essas duas palavras existem no nosso dicionário e estão corretas, porém, possuem significados diferentes, onde devem ser empregadas em contextos distintos.

 

Abaixo, vamos explicar detalhadamente a diferença de “mais” e “mas”, mostrando vários exemplos, onde sua compreensão poderá ficar ainda melhor.

Quando usar “Mais”? 

De uma forma bem simples de ser entendida, a palavra “mais” demonstra quantidade, intensidade a aquilo que quer ser dito.

Trata-se de um advérbio de intensidade que corresponde ao contrário de “menos”.  Utilizando a técnica de trocar a palavra “mais” por “menos”, é uma boa ideia para saber o que usar na frase. Se trocando o sentido for o mesmo, então o correto é usar o “MAIS”.

Exemplos:

  • Eu quero mais sorvete. (Eu quero menos sorvete)
  • Eu gosto mais de estudar que brincar. (Eu gosto menos de estudar que brincar).

Outros exemplos:

  • Ela foi quem mais procurou, ainda assim, não achou.
  • Ela é uma das mulheres mais bonitas do país.
  • É um dos países mais miseráveis do planeta.
  • Ele foi o garoto que mais tentou; ainda assim, não conseguiu vencer o desafio.
  • O aluno não entregou o trabalho e não apresentou justificativa. E mais: não compareceu à prova.


Quando usar “MAS”? 

A palavra “mas” é uma conjunção coordenada adversativa, possuindo ideia de oposição. Ou seja, ela deve ser usada em situações que indicam sentido contrário, adversidade.

Em casos de dúvidas, basta apenas substituir com outras conjunções como:  porém, entretanto, todavia e contudo. Se o sentido da frase permanecer o mesmo, você poderá utilizar a palavra “mas”. 

  • Maria estuda muito, mas tira notas baixas.
  • Adoro quando chove, mas não posso brincar na rua.
  • Gostaria de ir na sua festa, mas vou viajar.
  • A moda desse inverno é a cor verde, mas não acho legal.
  • Amanhã acordarei cedo, mas não terei tempo de tomar café.
  • Quero comprar esse apartamento, mas preciso fazer um empréstimo.

Ainda com dúvidas em relação a diferença de Mais e Mas? Deixe-a nos comentários, que irmos fazer o possível para que você entenda melhor!